terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O Código da Vinci

By The Way... Mudando um pouco de género de literatura, gostaria de referir o escritor Dan Brown, pois adorei todos os livros dele, principalmente o Código da Vinci. 
Quando li o livro, tinha terminado o 12ºano em artes, e tinha a mente bem fresca relativamente a diversas obras e a diversos nomes que foram referidos ao longo do enredo. Foi muito empolgante, mentalmente visualizar todos os pormenores que o escritor refere e aplicar a teoria que ele pretendia transmitir, independentemente de ser verdadeira ou não.
Foi bastante agradável pois o conhecimento histórico e artístico que eu tinha aprendido ia de encontro ao referido na trama, salvo algumas situações que foram ou romanceadas/amenizadas/adulteradas para que o livro fosse vendável.
No entanto, visto que é um romance /ficção e não um documentário/ histórico está muito bem concebido.
Aconselho a leitura.



Edição/reimpressão:2009
Páginas:544
ISBN:9789722520454


[Sinopse: Robert Langdon, conceituado simbologista, está em Paris para fazer uma palestra quando recebe uma notícia inesperada: o velho curador do Louvre foi encontrado morto no museu, e um código indecifrável encontrado junto do cadáver. Na tentativa de decifrar o estranho código, Langdon e uma dotada criptologista francesa, Sophie Neveu, descobrem, estupefactos, uma série de pistas inscritas nas obras de Leonardo da Vinci, que o pintor engenhosamente disfarçou. Tudo se complica quando Langdon descobre uma surpreendente ligação: o falecido curador estava envolvido com o Priorado de Sião, uma sociedade secreta a que tinham pertencido Sir Isaac Newton, Botticelli, Victor Hugo e Da Vinci, entre outros.]